Single Blog

  • Home
  • PÁTIO DE COMPOSTAGEM CAISP

PÁTIO DE COMPOSTAGEM CAISP

admin 29 de janeiro de 2021 0 Comments

Afinal, o que é a compostagem?

A Compostagem é o processo de degradação controlada de resíduos orgânicos sob condições aeróbias, ou seja, com a presença de oxigênio. É um processo no qual se procura reproduzir algumas condições ideais (de umidade, oxigênio e de nutrientes, especialmente carbono e nitrogênio) para favorecer e acelerar a degradação dos resíduos de forma segura (evitando a atração de vetores de doenças e eliminando patógenos). A criação de tais condições ideais favorece que uma grande diversidade de macro e micro-organismos (bactérias e fungos) atuem sucessiva ou simultaneamente para a degradação acelerada dos resíduos, tendo como resultado, um material de cor e textura homogêneas, com características de solo e húmus, conhecido por composto orgânico.

Qual o método utilizado?

É um método simples e seguro, que garante um produto uniforme, pronto para ser utilizado nos cultivos de plantas e que pode ser realizado tanto em pequena escala (doméstica) quanto em média (comunitária e/ou institucional) ou grande escala (municipal e/ou industrial). No entanto, é um método que necessita ser bem compreendido e bem operado para evitar problemas, como: geração de odores e proliferação de vetores de doenças.
A metodologia base utilizada é o método de compostagem termofilia em leiras estáticas com aeração passiva, desenvolvido pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Quais são os materiais utilizados?

Devemos ter em mente, que o processo de decomposição por micro- organismos, demandam dois grandes nutrientes, que são: nitrogênio e carbono. Ambos, estão presentes na atmosfera e em todos os materiais – em diferentes proporções e quantidades. Para o equilíbrio do processo de decomposição, utilizamos os resíduos de folhagens de hortaliças (fonte de nitrogênio), que são descartados no processo de padronização do Packing House e Agroindústria e material de podas triturados (fonte de carbono). Para proteção das leiras de compostagem, utilizamos o capim, que serve como um bio filtro, realizando as trocas gasosas e protegendo contra a infestação de insetos. Desse processo é gerado também um chorume, pelo alto volume de água desses materiais, que é bombeado de volta as leiras para enriquecer o composto final.

Quais são os produtos desse processo?

Durante o processo de decomposição, é liberado muita água
(aproximadamente 90% da composição das hortaliças é água) junto a alguns nutrientes que lixiviam pela leira e se depositam nos reservatórios. Esse produto, rico em matéria orgânica, nutrientes e micro-organismos benéficos, são bombeados de volta a leira, para acelerar o processo e enriquecer o composto, produto final.
O produto final é o composto orgânico, um material de cor e textura homogêneas, com características de solo e húmus. Esse produto, tem um grande poder de restauração da estrutura física, química e biológica dos solos, aumentando os níveis de fertilidade, e garantindo um ambiente melhor ao desenvolvimento das plantas.

Qual é o destino desse composto?

A Caisp, tem a responsabilidade dar um destino correto aos resíduos oriundos da produção interna vinda de nosso Packing House e groindústria. Atualmente, o volume de resíduos na cooperativa atinge 15 toneladas, ou 750 caixas por dia.
Pensando em levar ao consumidor um produto saudável e com alto padrão de qualidade, nosso composto orgânico é enviado aos nossos cooperados que enriquecem seus solos para melhor aproveitamento do solo e dos produtos cultivados, fechando assim, o ciclo de sustentabilidade da produção da Caisp.

Deixe seu Comentário

Open chat